Refinanciamento Imobiliário – Vale À Pena? Onde Fazer?

Refinanciamento Imobiliário

O refinanciamento imobiliário também é conhecido como Crédito Imobiliário com Garantia. Como o próprio nome indica, trata-se de um crédito disponibilizado para o cliente tendo seu imóvel como garantia caso não haja o pagamento das parcelas.

 

 

Tópicos:

  • Este tipo de refinanciamento vale à pena?
  • Onde fazer o refinanciamento?
  • Refinanciamento da Caixa Econômica Federal
  • Refinanciamento Itaú
  • Questões de inadimplência – Quais as consequências?

 

 

Esse tipo de transação é bastante comum entre pessoas que desejam comprar um novo apartamento ou construir, o que traz gastos inesperados. Isso porque essa é uma forma mais vantajosa de realizar um empréstimo com valor elevado, já que os juros são muito menores do que os comuns, fazendo com que essa seja a opção mais econômica de todas.

 

 

Este Tipo De Refinanciamento Vale À Pena?

Vamos supor que você deseja comprar uma nova casa, seja na praia ou no campo ou até mesmo uma sede para seu negócio, por exemplo. Fazer isso com um financiamento comum é muito mais caro do que com um refinanciamento de imóvel.

 

 

Isso porque os juros da transação com imóvel em garantia são bem menores, justamente porque o banco não corre o risco de sofrer com a inadimplência. Portanto, sim, o refinanciamento vale a pena especialmente para investimentos altos.

 

 

Onde as outras opções seriam, de longe, mais caras e arriscadas. Porém, precisamos lembrar que essa prática exige muito estudo do orçamento para evitar que as parcelas atrasem e causem problemas sérios para o contratante.

 

 

Onde Fazer O Refinanciamento Imobiliário?

Algumas instituições são bastante tradicionais e fazem este tipo de transação há muitas décadas. O ideal é procurar o banco de sua confiança e que você tem mais afinidade.

 

 

Além de ter uma boa relação com o gerente para ele passe todas as informações necessárias e possa dar as melhores condições de parcelamento. Podemos citar as principais instituições:

 

 

Refinanciamento Da Caixa Econômica Federal

A caixa econômica federal está no ranking das maiores instituições bancárias que realizam empréstimos para diversos perfis de pessoas. No caso do refinanciamento de imóvel, o imobiliário, como preferir chamar. Neste banco ele é chamado de Crédito Imóvel Própriio Caixa. Suas condições gerais são:

 

 

  • O valor total do empréstimo não pode ultrapassar os 60% do valor do imóvel, que será avaliado por um especialista contratado pela instituição. Por isso, o ideal é que ele esteja em ótimo estado.

 

 

  • O prazo de pagamento é de até 240 meses, dependendo do valor total emprestado.

 

 

  • O valor mínimo do empréstimo é de R$ 20.000,00 e o valor máximo pode ultrapassar 1 milhão.

 

 

  • O imóvel deve valer no mínimo R$ 30.000,00. Ou seja, terrenos também podem ser usados para o empréstimo com garantia.

 

 

Refinanciamento Imobiliário Itaú

O banco Itaú também é bastante conhecido e confiável, sendo um dos principais bancos privados do país. O refinanciamento de imóvel Itaú é conhecido como Crédito com Garantia e tem algumas condições muito próprias. São elas:

 

 

  • Está disponível apenas para clientes Itaú Personnalité. Porém, é possível abrir uma conta deste tipo na hora, basta conversar com seu gerente e informar o seu desejo de pedir um empréstimo com garantia.

 

 

  • O prazo de pagamento pode chegar até 240 meses para quitação do contrato.

 

 

  • O Itaú conta com um simulador online.

 

 

  • Os juros do Itaú Crédito Imóvel Próprio são bem mais baixos do que os financiamentos comuns.

 

 

  • O valor a ser emprestado não pode passar dos 70% do valor total do imóvel.

 

 

Questões De Inadimplência – Quais As Consequências?

Como é de se esperar, se o cliente ficar em dívida com o banco, será possível que seu imóvel vá a leilão para quitar as parcelas restantes. Ou seja, não é uma boa opção fazer este tipo de refinanciamento caso o orçamento esteja muito apertado ou você não tenha certeza se poderá arcar com a dívida.

 

 

Afinal, arriscar um imóvel já quitado nunca é uma saída inteligente. Faça um planejamento familiar e procure usar o crédito com responsabilidade. A dica é utilizar o refinanciamento apenas para investimentos grandes, como compra de uma nova casa ou construção em um terreno próprio.

 

 

No caso de pagamento de dívidas, é preciso um pouco mais de cautela. Caso você queira mais informações sobre o refinanciamento de casa, procure o gerente do seu banco e faça uma simulação com ele. Leve seus documentos pessoais e os do imóvel em seu nome e peça para fazer uma proposta.