Saiba Tudo Sobre Juros Do Cheque Especial!

O cheque especial é aquele limite que o banco te dá quando seu saldo na conta acaba e você continua realizando compras no débito ou fazendo saques mesmo sem o dinheiro lá.

 

 

Tópicos:

  • Como saber meu limite do cheque especial?
  • E qual é o valor das taxas de juros dos bancos?
  • Cheque especial Caixa Econômica Federal
  • Taxa Banco Safra
  • Cheque especial Bradesco
  • Cheque especial BB (Banco do Brasil)
  • Cheque especial Banco Santander
  • Cheque especial Itaú
  • Como não se endividar com o cheque especial?

 

 

Juros Cheque Especial

A partir do momento que sua conta fica negativa, você está no cheque especial. Mais comum do que se pensa, ele é utilizado quase todos os meses por quem não sabia que isso era possível e até mesmo por quem não tem para onde correr quando o salário acaba.

 

 

Porém, como tudo que o banco faz, há sempre juros por trás e no artigo de hoje iremos te ajudar a entender como eles funcionam e qual o banco com a taxa de juros mais baixa do mercado. Confira o que separamos logo abaixo!

 

 

Como Saber Meu Limite Do Cheque Especial?

Antes de qualquer coisa, é preciso entender como funciona o cheque especial. Como dissemos, ele é um valor utilizado pelo banco para eventuais problemas que o cliente possa ter com a conta e é estipulado através do salário total.

 

 

Por exemplo, se o seu limite for R$ 500,00 e você tiver R$ 100,00 na conta, quando for tirado um extrato, aparecerá um valor disponível para saque de R$ 600,00. Esse valor conta com o que você já tem e com o que o banco te oferece para ser pago depois.

 

 

Porém, como tudo, há juros e conforme o tempo passa, esse valor emprestado aumenta o que pode gerar as enormes dívidas que, estamos acostumados a presenciar. Mas como isso funciona?

 

 

A regra é bem simples: se você utilizar o seu limite, nos primeiros dez dias, não há cobranças e assim que for feito um depósito na sua conta, automaticamente esse valor é descontado.

 

 

Porém, se não houver esse pagamento dentro deste prazo, o banco começa a te cobrar juros diários, mas que só vão cair no mês seguinte. E esse valor aumenta conforme os dias passam, causando um endividamento grande se não for quitado.

 

 

E Qual É O Valor Das Taxas De Juros Dos Bancos?

Para que você saiba mais ou menos como funcionam os juros dos bancos, precisamos entender que cada um tem uma regra diferente e há uma cobrança distinta, embora parecida. Vamos à lista dos principais bancos e seus juros:

 

 

Juros Cheque Especial Caixa Econômica Federal

13,55% ao mês: É um dos juros mais altos que existem.

 

 

Taxa Banco Safra

12,60% ao mês: um das taxas menores entre os bancos, embora não seja um banco muito popular.

 

 

Cheque Especial Bradesco

13,41% ao mês: O Bradesco também é um banco de taxas altas, especialmente no cheque especial.

 

 

Cheque Especial BB (Banco Do Brasil)

12,84% ao mês: o Banco do Brasil é um dos bancos com menor taxa de juros.

 

 

Cheque Especial Banco Santander

15,35% ao mês: o Santander, ganha em disparada com taxas altas no cheque especial.

 

 

Cheque Especial Itaú

13,15% Ao Mês: O Itaú diminuiu recentemente suas taxas de juros e hoje conta com um valor mais acessível.

 

 

Embora as taxas sejam bem próximas umas das outras, elas podem fazer diferença na hora da cobrança de juros mensal. Lembrando que essa cobrança é diária, portanto, divida esse valor por 30 dias e terá a taxa diária do seu banco.

 

 

Como Não Se Endividar Com O Cheque Especial?

É importante saber que o cheque especial deve ser usado com muita cautela, pois essas taxas de juros são as maiores do mercado e ganham até mesmo do cartão de crédito.

 

 

Por isso, evite ter um limite alto e só utilize quando não houver alternativa, como quando tiver que pagar contas que só aceitam dinheiro à vista e não aceitam o cartão de crédito.

 

 

Nesse caso, se o seu salário tiver acabado você pode sacar o cheque especial diretamente do caixa eletrônico sem grandes problemas. Mas evite fazer isso e só opte por essa saída se o valor for baixo e puder ser pago no mês seguinte.

 

 

Em casos de dívidas grandes, a melhor solução ainda é pedir um empréstimo, que conta com juros mais baixos e com uma previsão mais simples de organizar. Faça um planejamento financeiro e tome muito cuidado com opções fáceis como o caso do limite de saque, pois há riscos que devem ser levado em conta nesse caso.