Saiba Como Contratar Um Empréstimo Pessoal!

Empréstimo Pessoal

O empréstimo pessoal é a forma mais fácil e segura de conseguir dinheiro extra para realizar uma viagem, pagar uma dívida ou mesmo adquirir um bem. De forma geral, é importante ter em mente que ele deve ser adquirido em uma instituição de confiança ou que você já tenha uma conta corrente.

 

 

Tópicos:

  • Formas de contratar um empréstimo
  • Bancos que realizam empréstimos pessoais
  • Banco BMG
  • Banco Itaú
  • Banco Santander
  • Bradesco

 

 

Neste artigo, separamos as principais delas para que fique claro como fazer a contratação de um deles. Confira!

 

 

Formas De Contratar Um Empréstimo Pessoal

Antes de listar os principais bancos que realizam empréstimo bancário, veja as formas de contratação que estão disponíveis:

 

 

  • Através do caixa eletrônico: Você pode realizar a contratação do empréstimo em um caixa eletrônico mais próximo, desde que seja correntista do banco em questão. Há a opção de pedir empréstimo direto nas máquinas.

 

 

É uma forma segura e simples de fazer a contratação sem ter que enfrentar filas. Mas, é importante lembrar que a aprovação dependerá do valor a ser contratado.

 

 

  • Através do internet banking: De forma online também é possível pedir um empréstimo. A forma mais fácil de fazer isso é através do aplicativo ou mesmo no site oficial do banco.

 

 

Na internet a vantagem está na opção de fazer uma simulação do empréstimo, onde é possível ver o valor das parcelas e o valor total com os juros. Isso facilita na hora de planejar o orçamento e verificar as suas possibilidades financeiras.

 

 

  • Através da agência: Pela agência bancária é possível realizar empréstimos maiores, conversando diretamente com o gerente do seu banco.

 

 

Bancos Que Realizam Empréstimos Pessoais

Alguns bancos são tradicionais no quesito empréstimos pessoais. Vamos citar os principais deles:

 

 

Banco BMG

O banco BMG realiza empréstimos pessoais há mais de 20 anos e o faz de maneira segura. Sua contratação pode ser online, através do site oficial, preenchendo a simulação na hora.

 

 

O prazo para pagamento é de até 60 meses, dependendo do valor total. Para solicitar o empréstimo, é preciso não estar com o nome restrito no SPC ou SERASA. Para esses casos, a única forma de conseguir crédito é através do consignado, já que o crédito pessoal realiza análise bastante detalhada.

 

 

Banco Itaú

Outra opção é o banco Itaú que tem bastante autoridade no setor de empréstimos. Antes, o Itaú era associado ao Unibanco e era voltado apenas para este tipo de transação e de financiamentos.

 

 

Hoje o banco Itaú tem diversos segmentos, mas ainda atua com empréstimos pessoais. Para solicitar, é preciso ir até uma agência bancária mais próxima, caso você não seja correntista.

 

 

Para quem já tem conta, o pedido pode ser feito pelo aplicativo de forma rápida e fácil. O dinheiro é liberado na conta em até 24 horas, se o crédito for aprovado. Há também a opção de fazer o pedido pelo internet banking.

 

 

Banco Santander

O Santander costuma ter juros mais baixos, dependendo do tipo de transação. Ele realiza empréstimos pessoais para Universitários com uma taxa bem menor de juros, o que facilita a contratação.

 

 

Além disso, o Santander conta com a contratação para autônomos, sem que seja preciso comprovar renda. Porém, não é possível realizar a transação se o nome estiver restrito nos órgãos de proteção ao crédito.

 

 

Bradesco

O Bradesco também atua com empréstimos pessoais há muitos anos e é um dos bancos mais confiáveis para realizar essas transações. Para contratar, é possível utilizar o aplicativo no celular ou mesmo a internet banking, desde que você seja correntista.

 

 

Caso não tenha conta aberta, é preciso ir até o banco e solicitar a abertura para então pedir o empréstimo. Essa regra vale para quase todos os bancos, que disponibilizam a opção online apenas para quem já é cliente.

 

 

De forma geral, o empréstimo pessoal é uma forma segura e com juros baixos de conseguir dinheiro extra. Outra boa opção é pedir um cartão de crédito extra, caso o valor seja relativamente baixo.

 

 

Também é possível usar o limite do cheque especial. Agora, para operações que exigem um valor elevado, o empréstimo é uma saída a ser levada em consideração. Apenas tenha certeza de que as parcelas irão caber no seu orçamento, pois em caso de inadimplência o seu nome entrará nos órgãos de restrição ao crédito.