Empréstimo Com Juros Baixo – Qual A Melhor Opção?

Empréstimo Com Juros Baixo

Pedir um empréstimo sempre requer muito planejamento e cuidado para evitar que as dívidas se acumulem e o cliente corra o risco de ter o nome negativado, se tornando impossibilitado de realizar qualquer transação financeira ou possa fazer compras.

 

 

Tópicos:

  • Quais são os tipos de empréstimos disponíveis?
  • Empréstimo pessoal
  • Empréstimo consignado
  • Empréstimo com garantia de imóvel

 

 

Por isso, é importante ter em mente que nem todos os empréstimos são iguais e alguns têm juros muito mais altos do que outros. Se você decidiu que é hora de fazer um pedido de crédito ao banco, leia este artigo até o final e decida qual é a melhor opção para sua atual situação financeira. Confira!

 

 

Quais São Os Tipos De Empréstimos Disponíveis?

Muitas pessoas pensam que os empréstimos são todos iguais, mas isso não é bem verdade. Apesar de funcionarem quase todos da mesma forma, há algumas diferenças em cada um deles, especialmente quando falamos de taxas de juros, que variam muito entre uma modalidade e outra.

 

 

Se você não souber essa informação, pode acabar pagando mais do que precisaria. Por isso, vamos citar todos os tipos de empréstimos disponíveis e quais os requisitos para solicitar cada um deles. Confira!

 

 

Empréstimo Com Juros Baixo – Empréstimo Pessoal

Quando falamos de como pedir um empréstimo com juros baixos, o empréstimo pessoal não deve ser nunca a primeira opção. Ele só perde para o cheque especial e para o cartão, que são outras formas de solicitar dinheiro na hora, porém, que devem ser usadas com cautelas.

 

 

O empréstimo pessoal em si é mais fácil de adquirir, por isso, é um dos mais caros que existem. Sua taxa de juros pode chegar a 8% ao mês e até passar disso em alguns casos. A nossa dica é que você faça uma simulação no site oficial do seu banco e veja se vale a pena ou se renegociar suas dívidas não é a melhor saída.

 

 

Requisitos para solicitar um empréstimo pessoal: Os requisitos para solicitar um empréstimo pessoal são os mais simples de todos. Basta você ter uma conta no banco ou criar no momento da solicitação, estar com o nome limpo – ou seja, sem restrições no SPC e SERASA -, ter mais que 18 anos e ter uma renda que seja possível pagar as parcelas em dia.

 

 

Empréstimo Consignado

Agora vamos à modalidade de empréstimo mais vantajosa de todas. O consignado é, de longe, uma das modalidades de empréstimos mais baratas que existem. Como o banco possui uma garantia de pagamento, ele não precisa cobrar juros excessivos para quitar possíveis calotes.

 

 

A taxa do consignado varia entre 3 e 6%, muito menos do que a do empréstimo pessoal, do cartão e do cheque especial. Requisitos para solicitar um empréstimo consignado: Já em relação aos requisitos, pode haver mais complicações.

 

 

O consignado é destinado para quem é aposentado ou pensionista do INSS ou para quem trabalha em uma empresa conveniada com o banco em questão. Por esse motivo, o consignado é um dos mais difíceis de conseguir, porém, se houver a possibilidade, aposte nele.

 

 

Empréstimo Com Garantia De Imóvel

Outra possibilidade para quem não quer pagar tantos juntos é o empréstimo com garantia de imóveis ou mesmo de veículos. Mas, como o próprio nome indica, é um procedimento arriscado.

 

 

Pois se houver inadimplência, o banco leiloará o bem em questão. Essa modalidade é mais aconselhada para quem deseja comprar uma nova casa ou está construindo, já que não ficará sem nenhum imóvel se houver problemas de percursos.

 

 

E sabemos que eles podem ocorrer a qualquer momento, com saída de um emprego ou falência de uma empresa. Cuidado e só opte por ele se tiver certeza de que poderá pagar as parcelas. A taxa desse tipo de empréstimo é baixa, chegando até a 5%.

 

 

Requisitos para solicitar um empréstimo com garantia de bens: Os requisitos são ter uma casa ou automóvel em bom estado, que seja avaliada pelo banco e esteja de acordo com as exigências do mesmo. Também será preciso que o empréstimo seja de apenas 60% do valor do bem, não podendo ultrapassar essa margem.

 

 

É importante também que o bem esteja devidamente quitado e que esteja no nome de quem fará a solicitação. Esses são os tipos de empréstimos e suas taxas de juros. Verifique sempre no site oficial, pois as informações podem mudar sem aviso prévio.