Saiba Tudo Sobre Créditos Pessoais!

Créditos Pessoais

Ter créditos pessoais é sempre excelente, afinal, nunca sabemos quando poderão surgir imprevistos ou mesmo emergências de última hora. Imagine uma viagem inesperada ou um conserto de um carro que quebrou de repente?

 

 

Tópicos:

  • O que são
  • Crédito comum com cartão
  • Empréstimos
  • Consignados
  • Antecipação de 13º
  • Empréstimo com garantia
  • Conclusão

 

 

Não dá para prever situações assim, por isso, é sempre essencial ter acesso a empréstimos pessoais que possam ajudar nessa hora. Mas, como conseguir esse tipo de crédito? Você sabe quais são as ações que deve tomar para que o banco o libere? Neste artigo iremos explicar tudo que é preciso saber e tentar sanar todas as dúvidas a respeito desse assunto. Acompanhe!

 

 

Créditos Pessoais – O Que São?

São transações financeiras que envolvem uma instituição como bancos e que dê ao cliente a possibilidade de ter acesso a uma quantia de dinheiro para ser feito o pagamento posteriormente.

 

 

Os créditos podem ser empréstimos, financiamentos ou mesmo o cartão de crédito com um limite pré-estabelecido. Existem inúmeras formas de créditos e iremos citar algumas:

 

 

Crédito Comum Com Cartão

Mediante um cartão de crédito, o cliente tem acesso a um valor pré-determinado, que será definido a partir dos seus rendimentos. Todo mês esse valor é renovado conforme o pagamento das parcelas ou com o pagamento do valor mínimo, estipulado por cada instituição de acordo com suas normas, porém, sempre seguindo o que a lei determina.

 

 

O cartão de crédito é uma das formas mais rápidas e simples de obter créditos sem que seja necessário fazer propostas de empréstimos ou ir ao banco. Algumas instituições fornecem a possibilidade de realizar o pedido do cartão pela Internet, como é o caso do Itaú e do Santander.

 

 

Para ter acesso a este tipo de crédito é preciso estar com o nome limpo e sem restrições no SPC e SERASA, ter uma renda fixa e passar por aprovação do banco. O limite, como dissemos, será dado de acordo com a renda do solicitante.

 

 

Empréstimos

Outra forma de créditos pessoais é o empréstimo bancário. Ele é utilizado para quantias mais altas, que não poderiam ser supridas pelo cartão. O tipo de empréstimo varia muito de acordo com a necessidade do cliente, mas podemos citar os principais que são:

 

 

Consignados

Onde o cliente tem o valor do empréstimo descontado na folha de pagamento. Ele deve ser contratado com autorização da empresa onde ele trabalha. Por isso, se for seu caso, procure o setor de RH e conversa com eles sobre essa possibilidade.

 

 

No consignado, as parcelas geralmente não devem ultrapassar os 10% do valor total do salário do contratante. O mesmo ocorre no caso de aposentados e pensionistas, onde o valor das parcelas não pode passar os 10% da aposentadoria ou pensão recebida.

 

 

Antecipação De 13º

Nesse tipo de empréstimo, o cliente tem direito ao valor do 13º salário adiantado, depois, quando ele for pago, o empréstimo será automaticamente debitado. É uma forma de empréstimo muito utilizada pelos bancos, pois a garantia de quitação é maior.

 

 

Empréstimo Com Garantia

O empréstimo com garantia é um dos créditos, que utiliza um imóvel ou bem como forma de garantir, como o nome já diz, que o empréstimo seja quitado pelo cliente. Ele é muito usado por quem deseja comprar um apartamento novo e precisa de crédito com menores taxas de juros, por exemplo.

 

 

Para contratar, é preciso ter um bem no nome, seja um veículo ou imóvel, conferir se ele está em bom estado. E ir ao banco fazer a solicitação. O valor a ser emprestado não pode ultrapassar os 60% do bem garantido e os prazos de pagamento podem chegar até 240 meses no caso de imóveis e de até 48 meses, no caso de veículos, dependendo do valor total.

 

 

Conclusão

Para solicitar qualquer tipo de empréstimo, é preciso ir até uma agência do seu banco ou fazer uma simulação online, como no caso da caixa e do banco Itaú, que contam com essa possibilidade.

 

 

É necessário levar todos os documentos pessoais como RG, CPF, comprovante de renda e de residência, além de outros que a instituição possa solicitar. Não se esqueça que todos os empréstimos pessoais devem ser usados com prudência, para que sejam evitadas inadimplências ou mesmo problemas judiciais futuros.